Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

4 de abril é dia nacional do Parkinsoniano

4-de-abril-e-dia-nacional-do-parkinsoniano

A doença de Parkinson é um distúrbio do sistema nervoso central que afeta o movimento, geralmente com o surgimento de tremores. No Brasil, são diagnosticados mais de 150 mil casos por ano. O Parkinson não tem cura, mas o tratamento pode ajudar. O problema requer um diagnóstico médico e, frequentemente, requer exames laboratoriais ou de imagem.

A doença de parkinson é crônica, ou seja, pode durar anos ou a vida inteira devido aos danos às células nervosas do cérebro que levam à queda de dopamina, causando os sintomas da doença de Parkinson.

O Parkinson geralmente começa com tremores em uma das mãos. Outros sintomas são movimentação lenta, rigidez e perda de equilíbrio. Medicamentos podem ajudar a controlar os sintomas da doença.

 

As pessoas podem ter:

Tremor: em repouso ou mãos

Nos músculos: instabilidade, rigidez dos membros, anormalidade ao caminhar, contrações musculares rítmicas, dificuldade com movimentos corporais, dificuldade para caminhar, movimento corporal lento, movimentos involuntários, músculos rígidos, rigidez muscular ou andar arrastado lento

Na cognição: amnésia, confusão durante a noite, demência ou dificuldade em pensar e compreender

No sono: despertar precoce, pesadelos ou sonolência diurna

No corpo: fadiga, falta de equilíbrio ou tontura

Na fala: espasmos na laringe, fala mansa ou voz prejudicada

No humor: ansiedade ou apatia

No nariz: perda de olfato ou sentido de olfato distorcido

No trato urinário: gotejamento de urina ou incontinência urinária

Também comum: coreoatetose, depressão, dificuldade para engolir, face inexpressiva, medo de cair, micrografia, perda de peso, perda de sensibilidade de contraste, prisão de ventre, queda, seborreia, sialorreia ou tremedeira.

 

Tratamentos

O tratamento consiste no uso de medicamentos para aumentar a dopamina Medicamentos podem ajudar a controlar os sintomas da doença de Parkinson. 

Medicamentos Antidepressivo: Previne ou alivia a depressão e eleva o humor.

Medicamentos que melhoram a cognição: Melhora as funções mentais, reduz a pressão arterial e pode equilibrar o humor.

 

Especialistas

Neurologista: Trata doenças do sistema nervoso.

Geriatra: Concentra-se na assistência médica a idosos.

Clínico geral: Previne, diagnostica e trata doenças.

Consulte um médico para receber orientação.

Fonte: Hospital Israelita A. Einstein

Imprimir